Outubro Rosa

Mês da Bíblia: Leitura Orante da Palavra
6 de setembro de 2019
Outubro: Mês Missionário
28 de outubro de 2019

Outubro Rosa

Outubro Rosa
Org.: Alessandra Maria Nobre (Psicóloga e voluntária da Clínica Filhos de Maria)

A campanha deste mês é sobre a conscientização ao câncer de mama, Outubro Rosa, movimento popular celebrado internacionalmente. Cujo nome remete à cor do laço rosa que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Esta ação, teve início nos Estados Unidos, na última década do século XX e se espalhou pelo mundo. No Brasil, a primeira iniciativa vista foi em 02 de outubro de 2002. A partir disso, a campanha se popularizou em todo país, que além de alertar a população apresenta dados concretos sobre os ganhos da prevenção.

O câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Com isso, o INCA (Instituto Nacional de Câncer) e o Ministério da Saúde lançaram a campanha Outubro Rosa 2019, que reforça três pilares estratégicos no controle da doença: prevenção primária, detecção precoce e mamografia. A temática deste ano é “Cada corpo tem uma história. O cuidado com as mamas faz parte dela”.

Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos agentes estão relacionados ao desenvolvimento da doença, como obesidade e sobrepeso, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica, primeira menstruação antes de 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos e não ter amamentado. Além   disso, há fatores genéticos, tais como histórico familiar de câncer de ovário, câncer de mama em homens e câncer de mama em mulheres.

Os principais sintomas e sinais da doença são: caroço (nódulo) fixo e indolor, pele da mama avermelhada e ou retraída, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas). Para a identificação dos sinais, é preciso que todas as mulheres, independentemente da idade, conheçam seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama são descobertos pelas próprias mulheres.

Além de estarem atentas ao próprio corpo, mulheres de 50 a 69 anos devem fazer mamografia de rastreamento a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes da pessoa ter sintomas.

Hábitos saudáveis são grandes aliados da prevenção, como a prática de atividade física, alimentação balanceada e manutenção do peso corporal adequado, estão associadas ao menor risco de desenvolver câncer de mama. A amamentação também é considerada um fator protetor.

Em um contexto geral, o conhecimento é sempre um grande auxílio. Portanto, busque se informar e em caso de alterações suspeitas nas mamas, procure um serviço de saúde.

 

OUTUBRO rosa 2019. Instituto Nacional de Câncer, 2019. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/campanhas/outubro-rosa/2019/outubro-rosa-2019>. Acesso em: 15 de out. de 2019.

HISTÓRIA. Outubro Rosa, 2019. Disponível em: <http://www.outubrorosa.org.br/historia.htm>. Acesso em: 15 de out. 2019.

– – –

Este texto apresenta um tema seguindo o calendário de ênfases mensais dadas pelas organizações de saúde.

Ele faz parte das ações da Clínica Filhos de Maria que funciona de segunda a sexta das 14 às 21 horas na Casa Mãe de Misericórdia (Rua Sílvia Teixeira, 195, Jardim Panorama) e oferece atendimento gratuito para a população carente. Os atendimentos são realizados com agendamento. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 3216-9631 ou pessoalmente na Casa Mãe de Misericórdia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *