Natal e Sagrada Família

Celebração da Paz e da Unidade (Montes Claros/MG)
18 de novembro de 2018
Sou Igreja, Sou Filhos de Maria, Sou Missionária
31 de janeiro de 2019

Natal e Sagrada Família

O Natal é um tempo especialmente propício para a reflexão, revisão de vida, construção de novos projetos.

Neste tempo, o olhar se volta para as luzes natalinas, e a mais reluzente delas repousa certamente sobre o Presépio, que apresenta ao mundo uma cena sem precedentes na história da humanidade, protagonizada por uma família simples e pobre, e mais nobre de todas que já existiram ou nascerá. Uma família santa, sagrada, aquela de Nazaré.

No carisma Filhos de Maria, guarda-se uma palavra fecunda, em que nossa fundadora traduz para nossa espiritualidade o significado do lar nazareno: “Temos a Sagrada Família como exemplo para sermos como Maria na entrega, José na Justiça e Jesus na personificação do Amor” (Tratado de Vida Espiritual dos Filhos de Maria, Parte I, Capítulo VI, Érika Vilela). Para nossa Comunidade esse é o ensinamento central que ressoa da gruta do Natal.

Mas, a todas as pessoas, eis uma sabedoria a ser traduzida na vida. Como Maria, cada mulher, de cada lar, é convidada a fazer o movimento da entrega, do dom total de si mesma, para, em sua maternidade, fecundar o mundo, às vezes frio como a manjedoura que recebeu o Deus menino. A exemplo de José, todo homem, todo pai de família deve entender que sua justiça nutrirá a humanidade, permitindo que o Cristo chegue ao mundo de cada um. Por fim, Jesus, pessoa divina do presépio, possa nascer em cada família humana, não apenas ensinando a amar, mas personificando o Amor, que, como pessoa, alcança o coração de todo homem e de toda mulher.

Por Alysson Figueiredo, Anawin e Co-fundador da Comunidade Filhos de Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *